Blog‎ > ‎

Cuidado com os carros

postado em 19 de mar de 2014 12:39 por Road Garage   [ 20 de mar de 2014 03:49 atualizado‎(s)‎ ]
Esse mês perdi um grande amigo, 14 anos de amizade. A julgar pelo estado do carro, dirigia em alta velocidade. O Honda Civic parecia uma folha de papel amassada contra a palma da mão. Com ele não foi diferente, teve várias fraturas pelo corpo, duas na coluna cervical, traumatismos craniano e coma induzido por 2 semanas. Respirando com ajuda de aparelhos, foi ressuscitado 12 minutos depois da sexta parada cardiorrespiratória. acabou não resistindo, faleceu com a sétima.

Ele sempre apaixonado por carros, e eu por moto. Me dizia que moto era perigoso, que foi feita para cair, mas que estava pensando em pegar uma para o trânsito do dia a dia. Eu dizia pra ele que da forma que dirigia carro, de moto ele iria morrer. Assim como ele, muita gente ignora os perigos do carro (só porque carro não cai?). Com airbag e cinto de segurança, parachoques e o asfalto passando longe da sua pele, esquecem que os carros, como qualquer máquina, também mata! Pior que isso, um carro na mão de um imprudente é uma arma! O motorista vira um assassino! Por sorte meu amigo não levou ninguém com ele.

Depois do acidente, redobrei a atenção e critica ao comportamento dos motoristas. Tenho percebido um aumento de novatos, acompanhando a explosão da frota de carros. São negligentes ao achar que no carro estão seguros e podem tudo, desrespeitando motocicletas, pedestres e ciclistas. E o pior: falta perícia e técnica para conduzir. Para nós motociclistas, esse é um alerta!



Perigo!

Como eu escutei por ai: "Ando de moto prestando atenção nos carros, como se eu fosse um alvo móvel e eles quisessem me derrubar"

Como se não bastasse o grande engarrafamento que essa merda causa, quando um imbecil decide utilizar o veículo feito para cinco pessoas, como transporte individual, ocupando as vias com seus bancos vazios e travando o trânsito, ele ainda acha que está na extensão da sua casa, falando no celular, mandando SMS, acessando rede sociais ao volante, enquanto mudam de faixa sem dar seta ou olhar no retrovisor. A lista de infrações é imensa, na maioria das vezes externalizando suas consequências aos mais fracos, sem parachoques.

Fica o alerta aos motociclistas, cuidado com os carros!

Comments