Día 30: Morretes - Taubaté

postado em 24 de jan de 2015 05:10 por Road Garage   [ 2 de fev de 2015 05:02 atualizado‎(s)‎ ]
Além do Barreado, famoso prato típico, a cidade de Morretes nos presenteia com a visão do Marumbi praticamente de qualquer lugar:

(O Marumbí - Morretes - Paraná - Brasil)

Montanha imponente que um dia terei o prazer de subir.

Cidade com muitos casarões antigos preservados, margeando o rio Nhundiaquara, dos índios Carijós:

(Rio Nhundiaquara - Morretes - Paraná - Brasil)

Perto de Antonina, cidadezinha que também preserva o tempo:

(Antonina - Paraná - Brasil)

Banhada pela baía de Paranaguá:

(Antonina - Paraná - Brasil)

Destino certo para quem vive na grande Curitiba. Hora de voltar, subir a graciosa:

(Antonina - Paraná - Brasil)

E fazer a serra que liga Curitiba a Apiaí em São Paulo. Batizada de Rastro da Serpente, muitas curvas em poucos kms, por entre coníferas verdejantes:

(BR-476 - Paraná - Brasil)

Curvas de todos os tipos, para todas as velocidades, em um asfalto perfeito. Lugar para gastar a pedaleira com vontade:

(BR-476 - Paraná - Brasil)

Trocaram a placa de lugar. Agora está no centro de visitantes. Já o patch consegue-se no posto BR no começo da cidade. Combo conquistado com sucesso:

(BR-476 - Apiaí - São Paulo - Brasil)

Pernada rápida pela SP-250 (continuação do Rastro da Serpente em péssimo estado de conservação), abastecendo em Sorocaba, onde verifico que o pneu traseiro alcançou a primeira marcação do TWI, sinalizando seu desgaste:

(Sorocaba - São Paulo - Brasil)

Por sorte a segunda marcação me levará até em casa, com cautela pois começou a chover. Velocidade reduzida e pela pista da direita, consigo parar na placa que estou a anos querendo bater uma foto:

(Castelo Branco - Sorocaba - São Paulo - Brasil)

Sempre passava voado pela pista da esquerda. rs

Pernada rápida por São Paulo a noite, fugindo do trânsito e das multas. Marginal + Dutra:

(Dutra - BR-116 - São Paulo - Brasil)

Pernoite em Taubaté. Amanhã tem mais serras!

Comments