Dia 18: Cuzco - Aguas Calientes

postado em 11 de dez de 2013 04:01 por Road Garage   [ 19 de dez de 2013 07:05 atualizado‎(s)‎ ]
Contratei um passeio de dois dias. O primeiro pelo Vale Sagrado até Aguas Calientes, última cidade antes de Machu Picchu e que só se chega de trem. Não tem estrada para lá a não ser o Caminho Inca, que começa no km 82 do vale sagrado e leva de 3 a 5 dias para percorrer a pé. Como não tenho tempo para isso (e nessa altura do campeonato nem disposição para tal) prefiro o jeito coxa: ônibus + trêm + ônibus.

Dessa vez o hostel fica a um quarteirão da praça de armas de Cuzco, de onde saiu o ônibus bem cedo para conhecermos algumas das cidades do Vale Sagrado:

(Plaza de Armas - Cuzco - Cusco - Peru)

Primeira parada no mirante do Cristo, o tamanho do umbigo do mundo impressiona, cidade de Cuzco é bem grande:

(Mirante do Cristo - Cuzco - Cusco - Peru)

Colado no Cristo Branco, temos a antiga fortaleza de Sacsayhuaman, infelizmente não sobrou muita coisa pois com a chegada dos espanhóis, destruiram 80% dos muros aproveitando as pedras em construções de igrejas católicas em Cuzco:

(Sacsayhuaman - Cuzco - Cusco - Peru)

Nesse meio tempo o guia estava explicando alguns aspectos da cultura Inca, e o que acontecia naquele lugar. Começou uma "porradaria" quando ele disse algo sobre os sacrifícios, se fazia ou não fazia. Percebi que cada um tem a sua opinião e a do guia é apenas mais uma. Continuamos até Pisac:

(Pisac - Vale Sagrado - Cusco - Peru)

Pela quantidade de terraços de cultivo, pode-se perceber que a cidade era grande. Os caras tinham técnicas de cultivos de milhares de tipos de milho e batatas andinas. Além disso, saca o cemitério:

(Pisac - Vale Sagrado - Cusco - Peru)

As pessoas eram enterradas nas montanhas, em posição semi fetal. Do jeito que vieram a vida, retornavam a terra, em sinal de reverência a Pachamama. Seguimos até Ollantaytambo, quartel general Inca:

(Ollantaytambo - Vale Sagrado - Cusco - Peru)

Impressiona  a quantidade de pedras usadas para construir esse forte, e o detalhe no encaixe de cada uma. Simplesmente incrível como os caras faziam isso a mais de 500 anos atrás:

(Ollantaytambo - Vale Sagrado - Cusco - Peru)

O guia deu uma aula sobre o lugar, e porque era tão estratégico para os Incas a localização do forte. As pedras foram roladas através de Kms de distância até esse lugar. Não foi trabalho simples não, olha essa pedra e os detalhes:

(Ollantaytambo - Vale Sagrado - Cusco - Peru)

Como eles faziam é difícil dizer ao certo, mas as pedras são muito bem trabalhadas. Levamos o dia todo nesses lugares, até pegar o trem IncaTrail na cidade de Ollantaytambo:


(Ollantaytambo - Vale Sagrado - Cusco - Peru)

Esse trem continua por cenários incríveis, até a cidade destino Aguas Calientes, onde iremos dormir e acordar cedo para subir a Machu Picchu:

(IncaTrail - Ollantaytambo | Aguas Calientes - Cusco - Peru)

A turistada se amarra:

(IncaTrail - Ollantaytambo | Aguas Calientes - Cusco - Peru)

Ao chegar em Aguas Calientes, separei o ticket do ônibus que sobe a Machu Picchu, o ingresso do parque MachuPicchu e o ingresso da montanha HayanaPicchu, pois amanhã bem cedo é dia de montanhismo!
Comments