Viagem Nordeste‎ > ‎

Dia 17: Pipa - São Miguel do Gostoso

postado em 24 de jun de 2015 11:11 por Road Garage   [ 15 de set de 2015 06:05 atualizado‎(s)‎ ]
Acordei as 4 da matina pra desarmar a barraca, arrumar as tralhas, carregar a moto e partir pro Chapadão.

Estava na disciplina, sem fazer barulho e incomodar o sono alheio, depois lembrei que de qualquer forma teria que ligar a moto. Fica aqui registrado meu pedido de desculpas a galera do camping que deve ter se borrado com o tiro da Ruanita. O tempo passa mas sempre me surpreendo com o start da motoca kkk

Ainda noite, fui sem capacete pela estradinha de chão que leva a falésia. Ajudou acordar. Recompensados com um nascer do sol fodarástico:


Obrigado RN, as melhores fotos panorâmicas desde o deserto do Atacama (não acompanhou? veja aqui: Viagem Ar/Ch)

Depois enrolei o punho até Natal, onde voltei alguns kms para conhecer o maior cajueiro do mundo, em Pirangi:


Continuei pela orla, depois de algumas dunas cheguei a Natal:


Vento forte + dunas = areia para todos os lados:


Fui costeando até o forte Reis Magos. Maré baixa:


O forte estava fechado, mas logo no estacionamento fui assediado para fazer o passeio de buggy pelas dunas móveis de Genipabú. 

Negociei e parti pra lá. Só atravessar a ponte Newton Navarro:


Não só de grandes prédios são feitas as capitais nordestinas, mas de boas obras de engenharia.

Troquei a moto pelo Buggy com direito a emoção pelas dunas móveis:


O bogueiro era doido, passeio insano:


Recomendo Black Tyson, sabe pilotar.

Parada para hidratação e contemplação do local. Lá embaixo um cajueiro no meio da areia: 


Continuamos cruzando as dunas até a praia:


Onde voltamos a BR-101, resgatei a Ruanita, e continuamos margeando o litoral, em direção a Jacumã. Mais areia:


As dunas invadindo a pista era um aviso, em alguns kms o asfalto sumiu e a areia tomou conta. Só dava bugueiro:


O passeio pelo litoral norte custa uma pequena fortuna, principalmente se fosse fazer sozinho. O jeito foi encarar com a Ruanita, que depois do Ripio da Terra do Fogo (não acompanhou? Veja aqui: Expedição Patagônia) se acha apta para rodar em qualquer terreno rs

Rodar é "fácil", quero ver parar. Dá-se um jeito:


Almoço e mergulho na lagoa de Pitangui, visitação a outras dunas, e depois de algumas "quase-vacas" nos areais, atingimos o extremo norte da BR-101:


Aqui acaba o litoral leste do país, decidi ficar na cidade de São Miguel do Gostoso, curtindo o por do sol onde o Brasil faz a curva:



Comments