Trip Italy‎ > ‎

Giorno 4: Siena - Roma

postado em 13 de mai de 2014 04:32 por Road Garage   [ 9 de jun de 2014 11:01 atualizado‎(s)‎ ]
Acordamos em Siena, capital da Toscana. Fomos direto ao seu centro histórico, classificado pela Unesco como Patrimônio da Humanidade. Muitas ruas em curva, aclive ou declive. Casas uma colada na outra, com 2 ou mais andares. Praça principal, conta de muitos séculos:

(Piazza il Campo - Siena - Toscana - Italia)

Apesar de ser maior e aparentemente mais planejada, A arquitetura de Siena lembra bastante as outras cidades que visitamos na Toscana. Mas o que faz Siena ser única é o seu patrimônio artístico. Impossível passar por aqui e não visitar o Duomo:

(Duomo de Siena - Toscana - Italia)

O ticket de entrada é dividido em 3 ingressos: Catedral, Cripta e Museu+Mirante. Os três valem a pena.

Sem dúvida o Duomo mais foda que vimos até agora. Mosaicos gigantes em mármore ornamentando todo o chão da nave, um dos mais decorados da Itália, pura arte:

(Sena - Toscana - Itália)

Olha esse com as maiores cidades da época Lucca, Pisa, Roma, feitos com peças grandes de mármore, no melhor estilo Mitologia Romana, com os gêmeos mamando nas tetas da Loba.

Interior todo em mármore preto e branco, cores do brasão de Siena, com vários bustos de papas e imperadores ornamentando todo o alto dos arcos:

(Siena - Toscana - Italia)

Esse Duomo é simplesmente sensacional, para os que reclamaram que o Duomo de Firenze era "oco":

(Siena - Toscana - Italia)

Depois uma visita rápida a cripta, onde não poderíamos tirar fotos. Sinistro. Alí sim um ambiente autêntico preservado a um milênio.

Agora museu e a torre. Passamos rapidamente pelas pinturas do renascimento do primeiro e segundo andar, mas a fila para a torre nos fez apreciar todas aqueles quadros e brasões do terceiro andar. Pensamos em desistir, mas já tínhamos desistido de muitos outros lugares aqui na Toscana, resolvemos esperar para a última imagem aérea dessa região.

Ai o motivo da demora, uma escada estreitíssima com corredores minúsculos, fila indiana num só sentido e muitos idosos:


(Siena - Toscana - Italia)

Mas valeu a pena, de cima a vista do Duomo e a magnífica cidade de Siena:

(Siena - Toscana - Italia)

Tempo limitado pois devíamos descer para outro grupo poder subir. Pegamos a moto e partimos para conhecer nosso último ponto na região, Abadia de San Galgano:

(San Galgano's Abbey - Tuscany - Italy)

Essa, construída no século XII é um grande esqueleto no alto da Toscana:

(Abbazia di San Galgano - Toscana - Italia)

Na colina ao lado, uma pequena igreja. Acessada por uma trilha por entre a vinícola local (aqui na Toscana tem vinícolas para todos os lados), encontramos um lugar bem simples. E quando você pensa que ali não tem muita história, surge uma lenda. Uma espada cravada na pedra, e não se trata da Excalibur:

(Eremo di Montesiepi - Toscana - Itália)

Era a espada de San Galgano, Cavaleiro que virou santo por enterrar a espada e ir rezar. Em plena época das cruzadas. Essa visita nos remontou a vários séculos atrás e uma época bem distinta da história. Aqui na Itália é assim, pouco tempo, muita informação e algumas horas dentro do capacete para assimilar as idéias. 

Então, bora viajar!

(Strada Provinciale Montemassi - Toscana - Itália)

Deixamos uma das maiores regiões da Itália e começamos a rodar em Lazio, que abrigou a capital do grande Império Romano. Já de cara percebemos que entramos em roma pelos fundos do Vaticano. Cúpula da Basilica di San Pietro:

(Vista do Vaticano - Roma - Lazio - Itália)

Contornamos suas paredes enormes e continuamos para o nosso hotel de destino, seguindo a risca o GPS. A cidade é grande, e faremos a pé a parte do centro histórico. Se sobrar tempo, quem sabe o Vaticano. Por hoje o dia termina, sem antes ir a praça Navona, uma das maiores de Roma:

(Piazza Navona - Roma - Lazio - Italia)

Está bem atrás do nosso hotel, que por coincidência é vizinho do consulado Brasileiro. Jantamos mais uma boa massa e bebemos um bom Vinho Chianti, em homenagem a Toscana que nos recebeu muito bem. Na hora de pagar a conta, nos avisaram que não aceitariam cartão. A conta passou o montante de dinheiro que tinha na carteira, e fui sacar. Quando voltei, o gerente do restaurante nos pediu desculpa pelo inconveniente, nos oferecendo 40% de desconto e como cortesia duas bebidas típicas da Itália, o Limoncello:

(Piazza Navona - Roma - Lazio - Italia)

Quando isso nos aconteceria no Brasil? Nunca. Ainda temos que aprender muitas coisas. 

Já gostei de Roma!

Comments