Viagem Nordeste‎ > ‎

Dia 27: Barreirinhas - Parnaíba

postado em 27 de ago de 2015 13:30 por Road Garage   [ 21 de set de 2015 10:11 atualizado‎(s)‎ ]
Ontem voltando do reggae passando em frente a vários bares alguém grita: "EI, CARIOCA!!" Era um cara que conheci na praça de Paulino Neves. Disse a ele que voltaria amanhã, me prometeu uma carona de volta pelo areal. Me buscou no hostel atrasado, mas achei legal a gentileza. Coloquei a bagagem na mala e fomos embora.

No 4x4 conversando, me disse que hoje a noite teria uma grande festa na cidade, uma vaquejada, e que minha presença era obrigatória. Estava prometido para suas primas, sobrinhas e filha da namorada. Pelo visto virei alguma moeda de troca e entendi o motivo da carona.

O fato é que dois dias atrás quando cheguei em Paulino Neves, chamei a atenção das meninas que estavam na praça, mas um grupo de caras que estava no bar em frente percebeu e ficaram me olhando sérios. Fui até o bar, conversei com todos eles e quebrei o gelo.

Parece bobeira, mas em cidade pequena existe uma pequena "etiqueta": se você é de fora, não mexa com as meninas. Se tivesse ignorado, talvez a carona pelo areal fosse um pouco "hostil". Fiz o trabalho certo e agora poderia escolher dentre algumas delas, mas como já tinha visto o cardápio, preferi não perder um dia de viagem. Resgatei a Ruanita e fomos embora, fazendo a primeira merda do dia:


Pneu de carro não combina com trilhos. Acabei saindo dele e fui para o meio da ponte, onde a resistência das tábuas é bem menor. A chance de ter alguma faltando também, mas a ponte era nova e dei sorte.

De resto, a mesma estrada da ida, agora na volta. Atenção aos possíveis animais:


Vegetação dos dois lados, estrada bem vazia, em plena sexta feira a tarde.

Adeus Maranhão. Divisa:


Novamente no Piauí, amanhã visito o Delta do Parnaíba, e depois começo a voltar pra casa.


Comments